18 de mai de 2009

respingos de sabedoria:

respingos de sabedoria:

Relato de um médium em transe:

“Este lugar que estou tem o aspecto de velho, cheio de bichos peçonhentos, cobras, aranhas, a escuridão é apavorante, os prédios e as casas estão abandonados, as ruas estão sujas, vejo pessoas vagando pela noite, a noite é interminável, o céu está escuro e sem nuvens, fico andando sem saber por onde estou passando e para onde tenho que ir, as cores têm um aspecto de cinza e negro, vejo vultos escuros que passam por mim, não conheço seus rostos, parecem pessoas sem rosto, há uma nevoa sinistra em todo lugar que vou, desde quando cheguei aqui nunca consegui me comunicar com ninguém, as pessoas são estranhas, todas elas se parecem, mergulhadas em um desespero, parecem que estão vivendo algo terrível, como se estivessem tendo delírios, a solidão não tem fim, perdi a noção do tempo...”

Mensagem deste blog ao espírito de pouca luz:

Larga a cobra e sai do dark room, colega! Olha que o metrô já abriu...

Roubado do UOMINI

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails